sábado, 5 de julho de 2008

Outros tempos , outras "nuances"

Salvo as devidas "proporções", e tratando-se de futebol e de justiça, porque é, afinal, de/da justiça que se "fala" no futebol, é caso para se dizer que : " uma imagem, por vezes, vale mais que mil palavras "
Ora, e face a tudo quanto se vai passando no (nosso) futebol e na (nossa) justiça desportiva, não será que, legítimamente, me possa interrogar :
- qual a diferença entre um juiz de campo ( de outrora ) e o Juiz da Federação ( de agora ) ?..

2 comentários:

AVCarvalho disse...

Os tempos mudaram, agora a luta do FCP é menos física, exige menos correrias no campo atrás de um assustado árbitro (há, de facto, imagens que valem mais que mil palavras!), agora as lutas deles travam-se na exploração dos detalhes jurídicos, na busca de todos os expedientes processuais, descobertos por advogados pagos a peso de ouro que é para onde vai o resultado dos chorudos negócios que se fazem com os Abramovis do futebol dos milhões. Pelo menos parte dele, a outra é para ser bem repartida pelos que gravitam à volta da gamela, sempre os mesmos, aliás, o que torna muito difícil a desmontagem de qualquer tramóia.

Carlos Borges Sousa disse...

Ora, nem mais.
Como sabe, desde há muito tempo que deixei de ver/ouvir quaisquer programas de indole desportiva onde "levava" com os fazedores de opinião (quase sempre os mesmos) que debitam doutas "análises" ...
Ontém, muito por acaso e porque a questão do "Golpe de Estado na FPF" está na ordem do dia, lá me deixei "ficar" logado à RTP/N.
Ora, porque o que tenho a dizer será muito, muito longo vou, desta feita, adapatar o comentário para p.f. "postagem"