sábado, 23 de janeiro de 2010

Gustavo Dudamel e "El Sistema"

1 comentário:

AVCarvalho disse...

Uma imagem vale mais que mil palavras. Até porque quando as palavras versam sobre a Venezuela, descambam imediatamente para o preconceito e para o estereotipo. Curioso que este programa musical, que transformou um sonho em realidade para milhares de jovens, se intitule precisamente por ‘El sistema’! Pelos vistos, um ‘sistema’ diferente daquele que por cá impera e, por isso, mais difícil de aceitar por parte de quem o/nos manipula. Um ‘sistema’ que aposta na mudança/libertação de um país e pela qual estes jovens se batem à sua maneira – e de que maneira! Refiro-me, é claro, ao projecto no seu conjunto, pois a personalidade invulgar do jovem maestro Dudamel não é caso único, mesmo na América Latina (o argentino Baremboim, por exemplo, foi também muito precoce).
Até a informalidade da apresentação dos jovens músicos e de alguns trechos musicais (aproveitei para ver/ouvir outros momentos da orquestra), ameaça romper com cânones e ditames estabelecidos no meio – dentro de uma disciplina impressionante para uma orquestra desta dimensão! Curiosamente assumindo sempre a sua identidade nacional, nunca rejeitando o ‘seu’ sistema. Sem deixarem de ser cidadãos do mundo.
Impressionante!